Processo de transição de acolhimento de crianças e adolescentes é encerrado em Limeira – Notícia de Limeira – JORNAL DE LIMEIRA

Compartilhe

 A transição foi organizada e acompanhada por uma comissão formada por representantes do Ceprosom

 O processo de transição de acolhimento de 14 crianças e adolescentes do Nosso Lar foi encerrado na última quinta-feira (30). Agora, eles são atendidos pela Aldeias Infantis SOS Brasil, Organização da Sociedade Civil que já possui “casas-lares” no município. “Nesse modelo, as crianças terão um atendimento mais próximo ao funcionamento de uma casa, e serão cuidadas por uma mãe social, responsável por educar, dar carinho e realizar todas as rotinas, como levar ao médico, à escola, entre outras funções”, explicou a presidente do Ceprosom, Maria Aucélia Damaceno.

 A transição foi organizada e acompanhada por uma comissão formada por representantes do Ceprosom, do Centro Espírita Luz e Caridade – mantenedor do Nosso Lar, da Aldeias Infantis, CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), do Conselho Tutelar e do Poder Judiciário de Limeira. “Todo o processo foi feito de forma gradativa e com cautela para que as crianças se adaptassem a nova equipe, respeitando o bem-estar e os vínculos familiares dos acolhidos”, destacou o prefeito Mario Botion.

 Botion ressaltou também o trabalho do Nosso Lar, instituição que atuou durante 70 anos em Limeira. “Agradecemos o empenho e a dedicação de todos os profissionais e voluntários do Nosso Lar e do Centro Espírita Luz e Caridade que ao longo destes anos realizaram um atendimento de qualidade às crianças e adolescentes”, afirmou o prefeito.

 ALDEIAS INFANTIS

 A entidade está em Limeira desde 2016. A instituição possui, atualmente, sete casas em funcionamento, atendendo 68 crianças e adolescentes no total, sendo 10 em cada espaço. (Da redação portal Notícia de Limeira)

Compartilhe

Comentários

comentários

Compartilhe isso: